Refletindo

1

Posted by Ciro Bezerra | Posted on domingo, 18 de novembro de 2007

O que aconteceu em Pernambuco?

Rebelião?

Motim?

Mortes?

Destruição?

Alguém pode me explicar o que aconteceu?

Será que o Zezinho dos olhos verdes está preocupado?

Acho que não, por que se estive, teria gasto os R$ 2 Milhões de reais, na melhora da ressocialização dos marginais do nosso estado.

Alem de gastar um dinheiro perdido, teremos nosso estado, que mais se parece o Iraque, porem sem uma guerra declarada, ser noticia popular, por conta de marginais que estão presos numa posilgua, que o estado insiste em chamar de penitenciaria.

Detalhe... com o saldo de 03 (três mortos), um pavilhão destruído, dois muito danificados e 43 feridos, a ainda quem diga que não acabou.

Só de operações especiais, tivermos Batalhão de Choque, Radio Patrulha, CIOE e GOE (esse ultimo da policia civil), alem dos batalhões de rotina, somando cerca de 450 policias, e mesmo assim não deram jeito, quem vamos chamar agora... o "BOPE”? Quando será que vai acabar a rebelião no poder Executivo do nosso estado? vamos chamar quem pra nos ajudar, o super-homem ou batmam.

Mas ainda me pergunto, por que a Cioe e Goe, também não entram nas favelas, para fazer o que a policia convencional não faz, eu quero é atitude de verdade, e não apenas em casos isolados, como esse de uma rebelião ou de meninas ricas, por que a massa como um todo, paga as propinas legais, que chamamos de impostos.

O absurdo é saber, que isso já havia sido avisado, que poderia acontecer, pois o promotor de Justiça e de Execuções Penais do Ministério Público de Pernambuco, Marcellus Ugiette, já previa isso, devido superlotação carcerária e da velocidade (tartaruga) do poder Judiciário, o que vamos fazer pra alertar o Zezinho dos olhos verdes. O que me deixa mais triste, é saber, que só seremos escutados nas próximas eleições, para que ele possa melhorar suas promessas utópicas. Quem também não poderia fica de fora, eram os estudantes do crime, os “anjinhos” internos da Fundac, que criarão um motim, e uma tentativa de fuga em massa, esses “anjinhos”, deixaram um saldo de 1 (um) interno morto, e mais 04 (quatro) feridos. Para Sorte de Zezinho, tantos os alunos do crime, quanto os alunos da rede estadual não tem bons professores, por que ate pra fugir são burros. O provável é que em breve, teremos esses, “anjinhos”, fazendo a pós-graduação, em organização do crime, na FCCPE (faculdade de ciências do crime de Pernambuco).

Wilker Lytiery Santiago

Comments (1)

  1. 20 de novembro de 2007 21:04

    Confúcio
    “A arte de liderar: Seguir na frente da multidão e ensinar-la a trabalhar”
    Confúcio
    O provérbio dito há mais de 2 mil e quatrocentos anos pelo mestre Kong, conhecido no ocidente como Confúcio, pode parecer óbvio e simplista para muitos. Mas na verdade poucos são aqueles que conseguem sobressair na multidão e transmitir o conhecimento a outros. O JORNAL IMPRESSO nasce inspirado pela sabedoria milenar chinesa, para cumprir uma missão difícil porem gratificante: levar a informação do jeito que deve ser, fazendo com que o conhecimento da informação enriqueça ainda mais o pensamento e a opinião própria dos nossos leitores. Diante de um mundo globalizado, onde os acontecimentos e as noticias atravessam continentes em uma fração de segundos, o JORNAL IMPRESSO tem como responsabilidade ser um meio de comunicação de van guarda sempre a frente do seu tempo, trazendo inovações; novos pensamentos; conceitos e opinião tendo a imparcialidade e a transparência nas noticias como obrigação de todos que formam o JORNAL IMPRESSO. Neste pais que prega a democracia e a liberdade de expressão de sua sociedade em geral e onde a informação esta ao alcance de todos,o conhecimento é a chave para o crescimento desta nação, pois é através dele que: o agricultor desenvolve e aplica novas técnicas em seu plantio, o médico faz cirurgias com técnicas avançadas salvando vidas, o engenheiro constrói prédios e cidades inteiras; o empresário cria novas fábricas; novos comércios, gerando empregos para os maridos das donas de casa, que levam seus filhos a escola, para que cresçam e sejam os novos homens e mulheres que construíram o futuro da nossa nação. E como disse Confúcio “Poucos são aqueles que conseguem sobressair na frente da multidão e transmitir o conhecimento a outros” essa é nossa bandeira, transmitir a informação como deve ser: inovadora, atual e imparcial.Assim como o novo jornal da cidade de São Lourenço da Mata,Você Ciro Bezerra, tem essa arte de liderare seguir a frente da multidão, que continue com essa determinação e que obtenha sucesso nessa sua nova empreitada.

    Alex de Araujo (Jornal Impresso)