Violência em SÃO LOURENÇO DA MATA

2

Posted by Ciro Bezerra | Posted on segunda-feira, 17 de dezembro de 2007


A CDL - São Lourenço da Mata reuniu sob a presidênica do amigo Fábio Cavalcanti ( na foto ao lado da ex-presidenta da CDL Telma e do Comandante Wilton) boa parte dos seus associados, para tratar do problema da violência em nossa cidade, especialmente no Centro Comercial.


Na semana passada, durante o dia, duas lojas de eletro-eletrônicos foram assaltadas por quatro marginais. Os bandidos agiram em dias diferentes. Uma loja foi atacada na terça e a outra na quinta, da mesma forma.

Na presença do Comandante do 20º Batalhão da Polícia Militar, Major Wilton e do Delegado da cidade, Ednaldo Araújo, os lojistas fizeram diversas observações quanto ao clima de apreensão que eles estão vivendo, principalmente neste período natalino.

Ficou marcada para a próxima quarta-feira, 16h30, na sede da CDL, no Alto da Igreja, uma palestra que será proferida pelo Comandante do Batalhão da PM, Major Wilton, sobre medidas preventivas de segurança. Os lojistas se comprometeram a, logo depois do próximo encontro, repassar todas as informações quanto às novas normas de conduta dos seus funcionários, para que todos possam se prevenir dos marginais.

Nós já dissemos neste espaço e estamos repetindo: política de segurança não pode ser política de governo, deve ser política de estado. Todo processo tem que ter continuidade e não adianta querer politizar o tema. Quem assim o fizer vai dar, "literalmente", um tiro no pé.

Comments (2)

  1. 19 de dezembro de 2007 22:33

    Com todo respeito ao empenho da CDL, da Polícia Militar e civil no trato da violência em São Lourenço. Quero externar a minha preocupação sobre o tema.

    Por maior que seja o contigente policial, número de viaturas, câmeras de vigilância ou repressão de toda ordem, não vai acabar com a violência. Pode até reprimir ou conter, pontualmente, mas não será remédio infalível para acabar com ela.

    O trabalho constitucional da polícia é necessário e salutar. Mas, por si só, não combate as causas da violência que são os bolsões de pobreza, o desemprego, a desesperança e a miséria. Essas mazelas propicia ao crime organizado levar os nossos jovens para o descaminho; para o mundo do crime.

    Nossa sociedade tem larga parcela de responsabilidade em resgatar nossos jovens desse destino.
    Investir tão-somente em projetos fiscalizadores e de repressão, com certeza não é um bom caminho. Precisamos nos voltar, principalmente, para apoiar os projetos de desconcentração de renda, implementação do Educacionismo, profissionalização dos jovens e formação de cidadania dos nossos atuais e futuros governantes.

    o Major deu seu recado: "Política de segurança não pode ser política de governo, deve ser política de Estado. Todo processo tem que ter continuidade e não adianta querer politizar o tema"

  2. 31 de março de 2009 21:47

    BEM MORO A QUI EM SAO LOURENÇO E VENHO DEMOSTRA MINHA IDGNAÇÃO COM ESSE CIDADE TEM VARIAS PONTOS CRITICOS A QUI MAIS UM QUE EU ACHO ESPECIAL ATE POR QUE VEM MUITA GENTE DE FORA E O CAMINHO QUE LIGA SAO LOURENÇO A ALDEIA ( MANGUBA).VEM ACOTENCENDO VARIOS ASSALTOS NA SUBIDA DA LADEIRA POR TRES ELEMENTOS EM CAPUSADOS E VEM COLOCANDO OS MORADORES FICAREM SUPER ASUSTADOS AO VER VARIOS ASSALTOS O DIA TODO E TODO DIA EM VCS NÃO TOMÃO NENHUMA ATITUDE.